Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Devaneios Menstruados

Tudo o que aqui escrevo é real, por vezes um pouco exacerbado, outras vezes floreado. São os meus devaneios menstruados, as minhas histórias de vida, o emaranhado de cabos que forma a minha mente!

Tudo o que aqui escrevo é real, por vezes um pouco exacerbado, outras vezes floreado. São os meus devaneios menstruados, as minhas histórias de vida, o emaranhado de cabos que forma a minha mente!

Apalpar o pacote é obra! - Lidl

Lidl

 

Há coisas que me assustam e esta nova loucura da coleção de coisinhas em miniatura sob o argumento "são os meus filhos que estão a fazer a coleção" é, sem margem para dúvida, uma desculpa muito, mas muito, mas mesmo muito fraquinha. Vou frequentemente ao Lidl e ainda não vi uma só criancinha pedinchar, chorar, gritar ou implorar porque quer a miniatura do iogurte grego ou em ânsias para lhe sair aquele Persilzinho!

Assumo que tenho medo das perseguições que possa vir a sofrer devido a este texto. Aqui vai: tenho dois brócolinhos e um bifinho. Não dou, não troco, não vendo! 

Ontem saíram-me dois brócolos e presenciei um dos maiores tráficos de influências de sempre. A senhora que foi atendida antes de mim gastou apenas 15,59€ (o que ao sábado dá direito a duas miniaturazinhas) e o que é que aconteceu? Teve direito a pelo menos dez! E começa a loucura de apalpar o pacote. Valha-nos Deus, que tanto pacote se apalpa nas lojas Lidl nos últimos tempos. 

- "Olhe este já tenho." - Diz a cliente enquanto apalpa o pacote e identifica um saquinho de nozes.

- "Este é a caixa de ovos. Já tem?" - A senhora da caixa consegue com a mão esquerda passar as minhas compras pelo scanner e com a mão direita apalpar pacotinhos azuis e amarelos como se não houvesse amanhã.

- "Já. Acha que se arranja um pacotinho de Chocapic?" - Com a sua listinha do que falta nas mãos.

- "Tenho um compal. Serve?"

Preparava-me para pagar quando também eu pedi para apalpar o pacote. Queria perceber aquela capacidade de vidente, centralizada numa miniatura num Lidl perto de mim. Ganhei coragem e apalpei. Apalpei com jeitinho, preparando a ponta dos meus dedos para que apreciassem a subtileza numa miniatura escondida. Arrisquei:

- "É uma maçã!" - Disse com euforia e medo de falhar.

Após a apalpação personalizada das duas fizeram-me aquele olhar reprovador. 

-"Nada disso! É uma laranja".

Falhei redondamente e percebi que não tinha desculpa.