Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Devaneios Menstruados

Tudo o que aqui escrevo é real, por vezes um pouco exacerbado, outras vezes floreado. São os meus devaneios menstruados, as minhas histórias de vida, o emaranhado de cabos que forma a minha mente!

Tudo o que aqui escrevo é real, por vezes um pouco exacerbado, outras vezes floreado. São os meus devaneios menstruados, as minhas histórias de vida, o emaranhado de cabos que forma a minha mente!

Gavetas Vs Cabos | Parte II

Sem dúvida que as gavetas são muito mais simples e eficazes que os cabos que emaranham a cabeça das mulheres em pensamentos múltiplos, complexos e, por vezes, sem sentido. Quando estamos com as ditas “ideias fixas” temos a enorme dificuldade de o assumir e tornamos uma simples saída para jantar fora o maior caos, o perigo eminente, a derrocada de uma relação!
Quantas de nós já terão estragado uma saída para um suposto jantar romântico com isto:

– Amor queres ir jantar onde? – diz-nos ele com aquele ar lamechas de sexta-feira à noite.

– Não sei... (Na verdade este não sei, quer dizer “quero ir à Costa da Caparica mas tu vais ter de adivinhar!).

– Queres ir à Costa ou vamos a Cascais?

– Não sei amor. Escolhe tu. (Traduzindo: “Usa a tua bola de cristal e adivinha que quero ir à Costa!)

– Então vamos a Cascais! – diz ele já desesperado e nervoso com a possibilidade de falhar a resposta.

– Parece-me bem! (Na verdade ela está a começar a ferver porque em 50% de hipóteses ele FALHOU! É sempre a mesma coisa!!!).

Metem-se no carro