Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Devaneios Menstruados

Tudo o que aqui escrevo é real, por vezes um pouco exacerbado, outras vezes floreado. São os meus devaneios menstruados, as minhas histórias de vida, o emaranhado de cabos que forma a minha mente!

Tudo o que aqui escrevo é real, por vezes um pouco exacerbado, outras vezes floreado. São os meus devaneios menstruados, as minhas histórias de vida, o emaranhado de cabos que forma a minha mente!

O segredo. Essa coisa bonita de curta durabilidade.

Qualquer um de nós sabe que é difícil para uma criança guardar um segredo. Então se acrescentarmos no final do segredo "não contes a ninguém, está bem?" é meio caminho andado para quando se cruzam com alguém dizerem "olha sei uma coisa mas não te posso contar!".

Conheço algumas exceções a esta regra. A minha sobrinha L. e o meu sobrinho S. são duas delas. Mas há, quase sempre, uma ligeira vontade de se descairem.

 

Lembro-me sempre disto quando vejo o Jornal da Noite da SIC.

Pior que contar um segredo a uma criança? É contá-lo ao Luís Marques Mendes!